ESTAÇÕES DE TRATAMENTO
DE ESGOTO E REUSO

As estações de tratamento de esgoto AcquaCiclus são sistemas compactos de tratamento de esgoto que utilizam a tecnologia de leitos fixos rotativos (rotores) otimizada pela AcquaBrasilis. O seu funcionamento é baseado em princípios naturais de degradação da matéria orgânica que permite a digestão do esgoto em presença de oxigênio, sem a necessidade de introduzir substância ou produto estranho ao processo.

  • Fácil integração com a paisagem ao redor da instalação, permitindo fazer parte de qualquer empreendimento;
  • Otimiza o espaço ocupado, sendo ideal para empreendimentos onde o terreno é escasso ou o seu custo é alto;
  • Ótima custo-benefício;
  • Baixo custo operacional e de manutenção;
  • Sistemas aeróbios que não produzem cheiro;
  • Sistema modulável, ou seja, sua capacidade pode ser aumentada caso haja necessidade;
  • Atendimento à legislação – evita multas futuras e possíveis danos ambientais.
  • Baixo consumo de energia;
  • Eficácia no tratamento – redução de DBO5 do efluente tratado, conforme atendimento à legislação, evitando poluição e preservando os mananciais.

ACQUA Ciclus

Clique no vídeo e veja como o sistema AcquaCiclus trata a água cinza de forma eficaz e sem prejudicar o meio ambiente:

Estações de tratamento de esgoto podem ser lucrativas

A AcquaBrasilis projetou, instalou e opera a ETE – Estação de Tratamento de Esgoto do Catarina Fashion Shopping, empreendimento da JHSF, no quilômetro 60 da rodovia Castelo Branco, em São Roque (SP), inaugurado em outubro de 2014. Por estar inserido em uma APP – Área de Preservação Permanente -, o empreendimento teve que cumprir exigências mais rígidas da Cetesb em relação à qualidade do efluente. “A estação vai além do convencional e alcança tratamento de nível terciário. Ou seja, complementamos removendo fósforo e nitrogênio, nutrientes que causam a eutrofização do curso d’água, matando rio e peixes”, diz a engenheira Sibylle Muller, diretora da AcquaBrasilis.

A solução tem custo que varia entre 1% e 2% do investimento total de uma obra. O cenário passa a ser interessante quando o empreendimento opta pelo reúso da água gerada pela ETE para fins não potáveis, pois a quantia retorna para o investidor se for ele mesmo que irá operar o sistema. “Em São Paulo, grandes empreendimentos, inclusive de alto luxo, que descartam seu esgoto nos rios que cortam a cidade por falta de rede coletora pública, podem lucrar a longo prazo com a instalação de ETE”, indica a engenheira.

As estações de tratamento de esgoto da AcquaBrasilis são compactas, de boa eficiência, baixo consumo energético e constituídas por módulos. “A modulação é vantagem interessante para empreendimentos que crescem em etapas”, comenta. Grande parte das estações de tratamentos funciona com aeradores ou sopradores, sistemas que utilizam altas potências de energia elétrica. “Nossos sistemas contam com rotores que giram lentamente e usam potências baixas, consumindo menos energia elétrica”, completa. Seu bom funcionamento é avaliado pelo volume de carga orgânica retida e, quando removidos os nutrientes, pela qualidade da água resultante.

Águas cinzas são aquelas geradas em lavatórios, chuveiros e a partir da lavagem de roupas.

A AcquaBrasilis inicia seus projetos de reuso de águas cinzas a partir de um balanço hídrico dos empreendimentos, onde se apresentam todas as fontes de água (esgoto bruto, águas cinzas, águas de drenagem, por exemplo) e se avalia onde as águas podem ser aproveitadas, após o tratamento, sempre garantindo o melhor custo x benefício e a redução de despesas ao cliente final – usuário.

As águas cinzas são uma fonte muito interessante para o reuso da água porque requerem menor redução de carga orgânico que o esgoto sanitário e podem ser tratadas “in loco” para abastecimento de pontos de consumo que não necessitam de potabilidade. O volume gerado de águas cinzas em um empreendimento residencial / comercial geralmente atende as necessidades de vazão dos pontos de consumo de água não potável.

AcquaCiclus é um sistema único de tratamento de efluentes, da AcquaBrasilis, que utiliza a tecnologia de leitos fixos rotativos (rotores). O seu funcionamento é baseado em princípios naturais de degradação da matéria orgânica, que permite a digestão do esgoto em presença de oxigênio, sem a necessidade de introduzir nenhuma substância ou produto estranho ao processo. Trata-se de um sistema de tratamento, inovador para o reuso de águas cinzas no Brasil, e que já vem sendo projetado e utilizado, com muito sucesso, em projetos com mais de 10 anos.

  • Ótimo custo-benefício;
  • Baixo custo operacional e de manutenção;
  • Sistemas aeróbios que não produzem cheiro.
  • Sistema modulável, ou seja, a capacidade pode ser aumentada caso haja necessidade em função do aumento de demanda;
  • Baixo consumo de energia;
  • Reuso da água – uso de água tratada em fins não potáveis, resultando na economia da conta de água e inserção em programas de uso racional.
  •  

ACQUABRASILIS NA IMPRENSA

Clique no vídeo abaixo e não deixe de assistir na íntegra o programa com Sibylle Muller, engenheira civil e diretora da AcquaBrasilis. Ela falou sobre sistemas de reuso de água e o consumo consciente por parte do mercado imobiliário.

Nossas Soluções

Conheça as soluções hídricas da AcquaBrasilis

ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUAS CINZAS E REUSO

OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE EFLUENTES

SISTEMAS DE TRATAMENTO E FORNECIMENTO DE ÁGUA EM MODELO BOT

ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO E REUSO

APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS

SISTEMA DE POTABILIZAÇÃO DE ÁGUA (ETAs)

CONSULTORIA acquabrasilis, LICENCIAMENTO E CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL

GESTÃO DE ÁGUAS PLUVIAIS